Sem dúvida o chopp é uma das melhores bebidas alcóolicas que já tomei. Sua cremosidade, sua refrescância dão um toque especial a bebida. Também se torna muito divertido quando temos acesso a máquina e podemos nos servir. Mas para tirar o melhor proveito das qualidades dessa bebida é importante seguir algumas regras na hora de servir. Segue abaixo sete dicas para tirar o melhor chopp do mundo e impressionar amigos e clientes.

1. A Caldereta

A caldereta é o copo ideal para se servir o chopp. Seu formato é perfeito por valorizar todo o aroma e sabor da bebida. Além disso, a limpeza é fundamental para manter as características excelentes da bebida, como a quantidade de gás carbônico e a duração do colarinho.
O profissional do chope deve sempre lavar a caldereta com detergente neutro e enxaguá-la em água corrente. Esse procedimento garante a total limpeza do copo, para que não haja gordura ou algum tipo de resíduo. É muito importante observar a caldereta contra a luz e verificar se ela está, de fato, sem resíduos ou sujeira de qualquer natureza.

2. O Preparo

Quem gosta de saborear um bom chopp  sabe que a temperatura certa é ponto fundamental. Para isso, é necessário resfriar a caldereta imediatamente antes da tiragem do Chopp. Deste modo, quando o cliente o levar à boca terá desde o primeiro momento a sensação deliciosa da bebida.
O tirador de chope deve resfriar a caldereta com gelo e água ou somente com água gelada. Mas, muito importante: nunca deixar as mãos entrarem em contato com o líquido. Esse erro grave contamina a água com gordura e sujeira.

3. O Segredo

O primeiro jato do chope deve ser dispensado, para que cada gota chopp  servido ao cliente esteja fresca. Num país repleto de superstições, podemos dizer que: “o primeiro é pro santo”, mas a verdade é que este procedimento evita a espuma em excesso e garante que a bebida seja servida gelada.

4. A Refrescância

Ao servir o chopp é fundamental que o chopeiro segure a caldereta com a ponta dos dedos, na sua parte inferior. O método impede que o calor das mãos seja transferido para o copo, deixando-o fresquinho para o chope.
A caldereta deve ser mantida a um ângulo de 45º graus, enquanto a torneira é aberta. Deixe o líquido escorrer suavemente sem formação de espuma e preencha dois terços do copo com a bebida límpida, clara e brilhante.

chopp Sete passos para tirar o melhor chopp


5. O Creme

No chopp bem servido, um colarinho cremoso é fundamental. Quem realmente entende de chope sabe que o colarinho serve pra deixá-lo com aparência irresistível e, principalmente, para manter o aroma, a temperatura e o sabor característicos da bebida.
Para formação de um perfeito colarinho, após a tiragem do líquido, coloque a caldereta em posição de 45º graus e, gradativamente, volte à posição vertical. Para saber se o colarinho está perfeito, verifique se está com, no mínimo 2 dedos de espessura, cerca de 2,5 cm, e se tem a aparência bem cremosa e espessa.

6. O Choro

Aqui está todo o charme do chope. Ao cremar, deixe que parte do colarinho transborde e escorra pela caldereta até eliminar as bolhas grandes, e assim permaneça somente o creme. Este procedimento evita que o colarinho desapareça rapidamente, sendo a garantia de um chope cremoso por muito mais tempo. Mas lembre-se: o bico da chopeira jamais deve entrar em contato com o líquido ou com o colarinho.

7.O Reconhecimento

Todo cuidado com a aparência do chope é fundamental nesta etapa. Por isso, antes de servi-lo, limpe a base da caldereta para que o cliente não a receba pingando. Sirva o chopp  sobre uma bolacha limpa e com a logomarca da caldereta virada para o cliente. Um produto delicioso e refrescante como um chopp bem tirado merece ser servido com um vigoroso “Saúde!”.

COMENTÁRIOS