Se o amigo leitor ainda está em dúvida sobre onde passar o seu verão, esse é um excelente motivo para desembarcar aqui em terras capixabas.

Endereço certo de 11 a cada 10 Mineiros (aquele que fala “uai”, come pão de queijo e nasce em Minas Gerais…só pra não deixar nenhuma dúvida), o Espírito Santo conta com belíssimas praias e cidades praianas, como Guarapari, Conceição da Barra, ilha de Guriri, Itaúnas, praia do canto dentre outras. E no verão, é claro que o consumo de cerveja por aqui, como em qualquer outra região de litoral, aumenta consideravelmente.

Praia de Guriri

E se o problema é cerveja, por aqui estamos bem servidos. A previsão é que, até o fim da alta temporada, o estado receba 90 milhões de litros da bebida. A expectativa nos bares capixabas é boa. Em alguns estabelecimentos, as vendas nesse período aumentam até 40% em relação a outras épocas.

De acordo com o sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares do Estado do Espírito Santo (Sindbares), a grande quantidade de cerveja que deve chegar ao estado é crescente devido a consolidação dos bares, impulsionada pela vinda de novos estabelecimentos de franquias nacionais.

O chope também tem vez

O chope será outra bebida que virá forte nesse verão capixaba. Só da bebida, estima-se que serão vendidos dois milhões de litros, o equivalente a mais de seis milhões de tulipas de 300ml.

Vai um desses geladinho pro verão?

Os proprietários de bares em geral dizem que o chope, das bebidas derivadas da cevada, é responsável por 30% das vendas no verão. As cervejas equivalem a 70%.

Fique de olho nos preços

Um breve comparativo de preços do chope na região Sudeste:

  • Espírito Santo: O valor médio da tulipa de chope de 300ml é de R$5,25. O preço varia de R$4,00 a R$6,50.
  • Rio de Janeiro: O valor médio da bebida é de R$5,00. O preço varia de R$4,00 a R$6,10.
  • São Paulo: O valor médio da bebida é de R$5,25. O valor varia de R$4,50 a R$6,00.
  • Minas Gerais: O valor médio da bebida é o mesmo de São Paulo: R$5,25.

COMENTÁRIOS