13 de julho se comemora o dia mundial do Rock. Ainda que o estilo já tenha passado por dias mais gloriosos – principalmente no Brasil – é inegável a química perfeita existente entre as bebidas alcoólicas e o Rock’ N Roll…principalmente as cervejas.

Dessa forma, nada melhor que homenagear a nação metaleira com alguns rótulos especiais de cervejas ligadas ao rock, em especial o nosso tão querido (e ultimamente esquecido) Rock nacional.

A Bamberg, uma das mais premiadas e reconhecidas microcervejarias do país, destaca seus rótulos para bebemorar nesse dia 13 de julho. A cervejaria tem o maior portfólio de cervejas ligadas ao rock nacional e faz essa parceria dar certo há 5 anos. “Temos um ótimo relacionamento com as bandas de rock. As cervejas já estão no mercado há bastante tempo e temos a intenção de aumentar as parcerias” , afirma Alexandre Bazzo, fundador, sócio e mestre cervejeiro da Bamberg.

Dá uma ligada nessa lista responsa que a Bamberg selecionou pra rapaziada do Rock N’ Roll:

CPM 22 Pilsen

bamberg--cpm-22-1434554876027_956x500

Na década de 90 borbulhava em São Paulo uma cena independente e underground. várias bandas de Hardcore faziam a cabeça da rapaziada e, sem dúvida, um dos ícones desta geração é o CPM 22, que escolheram a Bamberg para representá-los na cerveja. O estilo escolhido foi o Pilsen, com uma dose caprichada de lúpulo, da mesma forma que a banda, este estilo de cerveja saiu do underground e ganhou o mundo sem perder o verdadeiro espírito Hardcore.

Aroma: Presença marcante do lúpulo, floral, herbal, cítrico, com leve aroma de malte
Aparência: Cerveja clara, cristalina, com boa formação de espuma
Sabor: O malte aparece de forma rápida e sutil, logo em seguida o lúpulo domina o paladar, tanto em sabor herbal, como em amargor.
Sensação na boca: Corpo leve, final seco, fácil beber.

Camila Camila

bamberg_camila_camila

Cerveja do estilo Bohemian Pilsen, feita pra homenagear a música “Camila Camila” da banda Nenhum de Nós. Temperatura de serviço: de 4°C a 7°C.

Aroma: O lúpulo Saaz predomina com seu caráter floral e, em segundo plano, condimentado. Logo o malte surge com caramelo, cereal e pão.
Aparência: Cerveja cristalina, de coloração amarelo escuro, espuma com excelentes formação e persistência.
Sabor: O sabor vem primeiro com uma certa doçura e suavidade inicial do malte. Em seguida, o lúpulo já toma conta, não apenas com o amargo, mas também com o gosto floral, podendo-se notar um pouco de condimentado. No retrogosto, percebe-se um final seco.
Sensação na boca: Corpo médio-baixo, carbonatação média.

O calibre

Cerveja-Paralamas

Cerveja do estilo German Pilsen, leve, seca e com marcante lupulagem, é a cerveja que homenageia a banda Os Paralamas do Sucesso. Em 2014, a bebida foi premiada na categoria Ouro do 2º Concurso Brasileiro de Cervejas.

Aroma: Presença marcante do lúpulo, floral, herbal, cítrico, com leve aroma de malte
Aparência: Cerveja clara, cristalina, com boa formação de espuma
Sabor: Começa com uma sutileza do malte, na forma de pão, farinha, mas rapidamente é tomado pelo lúpulo.
Sensação na boca: Cerveja leve, final seco, refrescante.

Raimundos Helles

Raimundos

Desde os anos 90, Raimundos faz a cabeça de muita gente e, em 2013, passou a fazer parte da carta de cervejas também. O estilo eleito pelos integrantes para representar a banda foi o Helles, tradicional da Baviera. É uma cerveja clara e leve, mas de grande personalidade, com uma lupulagem presente, tanto no  maltado, quanto no aroma floral que esta a confere. A Raimundos Helles é vendida em garrafas de 600 ml. Temperatura ideal de consumo entre 4ºC e 6ºC.

Aroma: Presença de malte, pão, caramelo e floral do lúpulo.
Aparência: Coloração amarela, com espuma persistente e cristalina.
Sabor: Nesta cerveja, podemos notar a presença marcante do malte, mas com o nítido amargor do lúpulo, conferindo equilíbrio.
Sensação na boca: Corpo médio, com média carbonatação.

Sepultura Ale

bamberg-sepultura-ale

Sepultura Ale é uma cerveja que não se enquadra em nenhum estilo pré-definido. Fabricada com matérias-primas de origem alemã – fermento da região de Colônia, lúpulos de Hallertau e maltes da Francônia -, o que faz dela um estilo único, feito para celebrar os 30 anos de uma das maiores bandas de Metal do mundo. Harmoniza com um som pesado e alto. Temperatura ideal de consumo entre 4ºC e 6ºC.

Aroma:leve biscoito, frutas vermelhas e cítrico.
Aparência: coloração vermelha, cristalina, com boa formação e persistência da espuma.
Sabor: de início, percebem-se os maltes na forma de biscoito, toffee e casca de pão; mas logo o refrescante lúpulo toma conta, com frutas cítricas.
Sensação na boca:cerveja leve, fácil de ser bebida, com final seco.

VIVA O ROCK NACIONAL!!!

 

COMENTÁRIOS