Tá virando moda as marcas de bebidas internacionais investirem na compra das marcas brasileiras. Depois da negociação envolvendo a compra da Schincariol (na última segunda-feira) pela japonesa Kirin, agora é a vez da italiana Davide Campari-Milano (ou simplesmente grupo Campari) anunciar nessa quinta-feira a compra da cachaça Sagatiba, por uma quantia que envolve aproximadamente US$26 milhões.

A Sagatiba, fundada pelo empresárioMarcos de Moraes (filho do ex-rei da soja Olacyr de Moraes), deverá receber da Campari um valor adicional equivalente a 7,5% das vendas anuais, após os 8 anos subsequentes à conclusão da operação. O acordo marcará a entrada do grupo italiano no mercado de cachaça, um dos mais fortes da industria de bebidas no Brasil.

267906 4 Grupo Campari compra marca de cachaça brasileira Sagatiba

Detentora das marcas de vodca Skyy e do uísque Glen Grant, a Campari registrou lucro líquido de 75,3 milhões de euros (US$ 107 milhões) no primeiro semestre, 8,7% superior ao visto um ano antes. Já as vendas no período cresceram para 589 milhões de euros. Tendência ou não, a verdade é que essas transações beneficiam e muito o “intercâmbio” de diversas bebidas, expandindo consideravelmente o número de países em que as mesmas podem ser encontradas.

campari Grupo Campari compra marca de cachaça brasileira Sagatiba

Quero só ver o Seu Jorge cantar isso em italiano.

 

Qual será a próxima gigantesca negociação do mercado de bebidas? estamos de olho!

COMENTÁRIOS