Você sabe o que significa uma pessoa “celíaca”?

Celíacos são indivíduos que têm intolerância ao glúten, proteína (na verdade um conjunto delas) presente em grãos de trigo, cevada e centeio. Logo, essas pessoas não podem apreciar uma boa e bela cerveja gelada, certo!? errado…ao menos para o pessoal da cervejaria gaúcha “Farrapos”, de Passo Fundo.

farrapos

Lucas Grazziotin, 36, dono da  Farrapos, localizada na cidade de Passo Fundo (RS), resolveu apostar em uma linha de cervejas sem glúten. Para isso, no ano de 2013, se juntou a Paulo Veit, 50, criador da Lake Side Beer, e começou a produzir a bebida em sua fábrica. Com investimento de R$ 2,5 milhões, juntos eles produzem 15 mil garrafas por mês e têm crescido 30% ao ano. A intenção de Grazziotin era deixar de ser um negócio local e almejar vôos mais altos no mercado nacional.

Um hobby que virou negócio…e dos mais lucrativos

Na verdade, a idéia original de produzir uma cerveja para celíacos partiu de Veit, que andava a procura de uma fábrica para produzir e engarrafar a sua breja sem glúten, até então, vista como um mero hobby. E foi assim que ele encontrou a Farrapos.

Criada em 2011, a Farrapos produzia apenas chopes artesanais. Contudo, em 2013, a parceria entre os dois empresários mudou todo o cenário inicial da fábrica.

tumblr_n2g6uackga1rdpfx6o1_1280

Após patentear seu processo de produção, Veit vendeu uma licença para Grazziotin e passou a receber os royalties sobre a venda do produto. Desde então, a linha Lake Side Beer passou a ser produzida, engarrafada e distribuída exclusivamente pela Farrapos. “Comecei de brincadeira, em casa. Quando cheguei ao ponto de produzir 2.500 garrafas por mês, percebi que a hora de profissionalizar havia chegado”, diz Paulo Veit, criador da Lake Side Beer.

Método de produção livre de contaminações

Usando um processo de quebra das proteínas do glúten, a empresa produz de forma artesanal bebidas que podem ser consumidas com segurança por pessoas que têm intolerância ao ingrediente, os nossos famosos celíacos.

“Em nossa fábrica, só fazemos produtos sem o ingrediente, para evitar contaminação cruzada”, afirma o cervejeiro.

cervejaria-farrapos

Vale lembrar que as consequências da ingestão de glúten por celíacos incluem sintomas como diarréias com perda de gordura, vômitos, perda de peso, inchaço nas pernas, fraqueza nas unhas e nos cabelos, sinais de desnutrição, dentre outros.

Um mercado em constante crescimento

Segundo estudos do Glúten Free Brasil, evento anual que reúne empresas do setor em São Paulo, o mercado cresceu entre 30% e 40% no ano passado, o que consequentemente fez aumentar a procura pelas cervejas sem glúten no Brasil.

Para não perder oportunidades, os empresários pretendem injetar mais recursos no negócio – eles estimam investir R$ 900 mil nos próximos seis a nove meses. A prioridade será comprar novo maquinário para aumentar a produção e reduzir o custo do produto. “Estamos no nosso limite, recusando contratos com redes de supermercados, porque não temos como atendê-los por enquanto”.

Entre as bebidas vendidas estão a Lake Side Lager (R$ 13,90), Lake Side Malzbier (R$ 9,90) e Lake Side APA (R$ 10,90), vendidas em todo o Brasil, em redes de supermercados como Cia Zaffari, Mambo, St. Marche e Angeloni, além de lojas e bares especializados.

lake-side1

Da esquerda para a direita, Lake Side Lager (R$ 13,90), Lake Side Malzbier (R$ 9,90), e Lake Side Crazy Rye (R$ 8,90)

Fonte: UOL.

 

COMENTÁRIOS