Nem só de embargos econômicos, Guantánamo, crise dos mísseis, socialismo x capitalismo e outros atos explícitos de ódio mútuo se resume a relação EUA/Cuba. Acreditem, eles já lutaram lado-a-lado. Bem antes de Fidel Castro, ianques e caribenhos uniram forças por um ideal comum: a liberdade.

Parece soar estranho os EUA ajudarem Cuba em alguma guerra, mas vou tentar explicar de maneira sucinta. No ano de 1898, a Espanha foi acusada pelos americanos de sabotarem um navio de sua frota, aportado em Cuba. Sendo assim, apoiaram os cubanos em seu processo de independência contra a Espanha colonial, enviando tropas para ajudar os revolucionários cubanos.

Entre os enviados estava o capitão Russell, que além de armas, levou Coca-cola para abastecer seu pelotão (atitude mais americana impossível). Ao fim da guerra, Russel pediu uma dose do mais legítimo Rum cubano e misturou com Coca-cola. O resultado foi melhor do que esperava, e o restante dos soldados brindaram junto com seu capitão por uma “Cuba libre”. Tá pensando o que? Etilicos.com também é cultura, manolo!

Sem mais enrolação. Vamos ao que interessa: a receita para se fazer uma Cuba libre perfeita.

INGREDIENTES:

  • 190ml de coca-cola
  • 50ml de rum
  • uma rodela de limão
  • gelo a gosto

MODO DE PREPARO:

Misture todos os ingredientes em um copo long drink. decore com a fatia de limão. está pronto.

Viva la revolución…”

COMENTÁRIOS