Existem inúmeras maneiras diferentes de se gelar cerveja. Alguns usam álcool e sal, outros preferem a praticidade (e paciência) de um freezer bem gelado. O método não importa, contanto que a breja esteja trincando, no melhor estilo “canela de pedreiro”.

Mas como toda novidade é bem vinda, eis que me deparo com essa técnica maneiríssima pra dar aquela acelerada no procedimento. Que tal usar um guardanapo pra gelar a sua cerveja?

IMG_0820

Na verdade, não sei bem ao certo o inventor do método (minhas sinceras desculpas se o mesmo estiver lendo), e com certeza muita gente aqui já conhecia essa técnica, mas de fato para mim era uma novidade e por isso decidi compartilhar aqui. Vamos ao passo-a-passo:

  1. Pegue um guardanapo grande (ou papel-toalha), enrole sua latinha ou long neck, e em seguida molhe rapidamente (pra evitar que o papel despedace).
  2. certifique-se que o papel absorveu bem a água e em seguida leve a sua cerveja ao congelador
  3. Deixe a cerveja gelar na temperatura ambiente até ficarem bem geladas, por aproximadamente 20 minutos.
  4. Não esqueça sua cerveja no congelador. Em alguns testes, a cerveja ficou 30 minutos no freezer e acabaram virando pedra.

Algumas considerações

Você deve estar se perguntando qual o segredo da técnica. Pois bem. Quando colocamos o papel molhado na cerveja e levamos ao congelador, ele, por ser muito fino, congela rapidamente e oferece uma excelente superfície de contato com a cerveja.

Há uma troca de temperatura entre o papel (congelado) e a cerveja (quente), o que intensifica ainda mais o processo, que duraria bem mais se fosse feito apenas com o ar gelado do congelador, visto a ineficiência do ar em conduzir temperatura.

Conforme dito anteriormente, muito cuidado para não esquecer sua cerveja no congelador. Dependendo de seu freezer, a breja pode gelar numa velocidade absurda, congelando a menina. Portanto, Muito cuidado!

Quem souber de outra técnica bacana pra gelar cerveja, favor nos informar nos comentários. Boa gelada a todos!

Créditos: Fala Mundo e de outras milhões de fontes que parecem que copiaram do Papo de Bar

COMENTÁRIOS