Êita que São João chegou moço. Muito forró, quitutes, fogueiras, bandeirolas, danças típicas, noiva, noivo, padre, caipiras, fogos e é claro, muita bebida da boa. Honrando a tradição das melhores festa juninas do Brasil, hoje destaco 2 das bebidas mais clássicas e consumidas pelos beberrões puladores de fogueira: o quentão e o vinho quente.

 

Confesso não ser um grande apreciador de bebidas quentes (literalmente), mas sou um bebedor que respeita as tradições. Por isso, busquei algumas receitas dessas bebidas e selecionei as que achei mais fáceis e originais, com um ou outro adicional, mas sempre respeitando a essência da receita. Vamos aos costumes:

QUENTÃO PAULISTA

O equivalente ao quentão tradicional. Aquele que provavelmente você vai encontrar vendendo nas barraquinhas da festa junina do seu bairro. Uma mistura de sabores que inclui gengibre, canela, cravo-da-Índia e cachaça, tornando a bebida muito famosa nos arraiás do Brasil afora.

INGREDIENTES:

  • 1 litro de cachaça
  • 1 e 1/2 xícaras de açúcar
  • 2 paus de canela médios
  • 2 limões médios cortados em rodelas
  • casca de uma laranja
  • 4 cravos-da-Índia
  • 60g de gengibre cortado em fatias
  • 2 xícaras de água

MODO DE PREPARO:

Coloque o açúcar em uma panela funda (2 litros de capacidade). Leve ao fogo e caramelize levemente. Com cuidado, acrescente a água fervente, os cravos-da-índia, gengibre, canela, fatias de limão e casca da laranja. Ferva em fogo baixo por cerca de 10 minutos para que o caramelo dissolva. Acrescente a cachaça e ferva novamente por cinco minutos. Coe e sirva em pequenas canecas.

QUENTÃO DE MORANGO

Se você não curte muito o sabor forte do quentão, que tal dar uma encrementada e experimentar um quentão de morango? o morango torna a bebida mais doce e, consequentemente, mais bem aceita por quem curte uma bebidinha mais adocicada. Vale a pena experimentar.


INGREDIENTES:

  • 3 litros de água
  • 2kg de açúcar
  • 150g de gengibre
  • 50g de cravo e canela (misturados)
  • 1 litro e 1/2 de cachaça

MODO DE PREPARO:

Num caldeirão, coloque a água e o gengibre. leve ao fogo. Quando começar a fervura, adicione os morangos inteiros, o açúcar, o cravo, a canela e deixe ferver por aproximadamente 20 minutos. Em seguida, adicione a cachaça e deixe ferver por mais 5 minutos. Coe e sirva bem quente.

QUENTÃO SOFISTICADO

O nome diz tudo. Uma opção diferente, mas muito saborosa, que leva licor Contreau em sua composição. De todos os quentões foi o que mais gostei. Recomendadíssimo!

INGREDIENTES:

  • 3 xícaras de cachaça
  • 1 xícara de licor Contreau
  • 3/4 de xícara de açúcar
  • 2 colheres de (sopa) mel
  • 1 xícara e 1/2 de água
  • casca de 2 laranjas
  • casca de um limão
  • 50g de gengibre
  • 2 cravos-da-Índia
  • 1 pau de canela

MODO DE PREPARO:

Coloque o açúcar em uma panela e leve ao fogo juntamente com o licor Contreau. Assim que o açúcar estiver totalmente dissolvido, acrescente as cascas de limão e laranja, o gengibre, o mel, os cravos-da-Índia e o pau de canela. Ferva por 4 minutos e acrescente a água. Ferva por mais 5 minutos e acrescente a cachaça. Ferva por mais 10 minutos. Por fim, coe e sirva quente.

VINHO QUENTE

Outra bebidinha muito típica da ocasião. Pra quem é acostumado com o vinho na sua temperatura ambiente ou gelado, experimentar um vinhozinho quente não vai custar nada. Como disse anteriormente, bebida quente não é muito minha praia, mas depois de alguns goles desse vinho acabei me acostumando e usufruindo do sabor da bebida. Recomendo.


INGREDIENTES:

  • 1 copo de açúcar
  • canela em rama
  • cravo
  • 1 litro de vinho seco
  • 1/2 litro de água
  • 1/2 maçã (verde ou vermelha) descascada e cortada em fatias

MODO DE PREPARO:

Queime a metade do açúcar com o cravo e a canela. Acrescente o vinho, já misturado com a água. Junte a maçã e o açúcar restante. Deixe cozinhar um pouco e sirva bem quente.

Pronto amigos. Agora é só consertar o remendo naquela calça velha, pegar a camisa quadriculada, o chapéu de palha e encomendar os quitutes porque a bebida tá garantida. E não vai ficar soltando balão por ai né, manézão. Bom São João a todos.

COMENTÁRIOS