Não faz parte da nossa política ficar divulgando notícias relacionadas a bebidas não-alcoólicas, mas não podíamos perder a oportunidade de dar uma sacaneada nos xiitas de plantão que pregam a máxima do “geração saúde”. Aqueles que se dizem adeptos dos refrigerantes e afins. Essa é pra vocês “saudáveis”.

Uma equipe de pesquisadores da Escola de Saúde Pública do Imperial College London (Inglaterra), realizou um estudo com 2696 voluntários de 40 a 59 anos, e concluiram que para cada lata de bebida doce (refrigerante por exemplo) consumida por dia, a pressão arterial tinha uma alta de 0,16/0,08 (sístole/diástole)mmg/Hg. Essa diferença é extremamente significativa, uma vez que em matéria recém-divulgada pela revista Hypertension (uma das mais conceituadas no assunto), diversos especialistas afirmaram que a propensão de ataques cardíacos em pessoas com pressão arterial 13,5/8,5 é praticamanente o dobro do que em pessoas com pressão 11,5/7,5.

Abaixo o refrigerante!

Resumindo, a pesquisa insinua que o consumo desenfreado de bebidas adocicadas é mais nocivo do que o próprio sal, conhecido vilão da pressão arterial. Foi constatado também um IMC (índice de massa corporal) menor em indivíduos que não consumiam esse tipo de bebida. Contudo, não se pode afirmar com veemência que ela aumenta absurdamente a pressão por se tratar de um estudo populacional, portanto sem relação de causa/efeito, mas as evidências estão explicitadas e não se pode negá-las.

A conclusão mais óbvia que se pode chegar de toda essa discussão é a de que a ingestão de qualquer tipo de bebida, seja ela alcoólica ou não, deve ser feita de maneira moderada. Até aquele inocente suquinho de laranja, quando consumido com “toneladas” de açúcar, pode se tornar uma bomba-relógio no seu organismo, agindo silenciosamente, sem levantar maiores suspeitas. Eu particularmente, ainda prefiro manter minha saúde física e mental com aquele tradicional copinho de cerveja diário, que afinal de contas já foi inúmeras vezes provado seu valor científico. Pegar leve no refrigerante principalmente, é uma boa dica para se evitar complicações futuras.

COMENTÁRIOS