Se você estava a procura de um motivo para beber no café da manhã, guarde esse com todo carinho. Segundo o site GIZMODO BR, de acordo com um estudo feito recentemente, beber vodka contribui para a associação de palavras e a criatividade verbal.

Segundo a Science News as pessoas que estão levemente alcoolizadas, tem compreensão mais intuitiva em problemas difíceis de associação de palavras. A pesquisa, feita pela Universidade de Illinois, em Chicago e que foi divulgada na Consciousness and Cognition, mostra que indivíduos sóbrios fazem associações de palavras de forma mais deliberativa, o que diminui a velocidade.

No estudo, metade dos participantes ingeriu vodka na quantidade bem próxima ao percentual permitido pela legislação norte americana — 0,08% — e metade não bebeu nada. Em seguida, uma série de problemas de três palavras foi exibido a todos, e eles precisavam encontrar uma palavra que juntasse todas as palavras em uma situação. Na média, participantes alcoolizados responderam em 11,5 segundos, enquanto os sóbrios precisaram de 15,4 segundos.

A pesquisa dá a entender que artistas e músicos são mais criativos quando beber. E Jennifer Wiley, uma das pesquisadoras, realmente acredita nisso: “um compositor ou um artista preso à seu trabalho anterior podem encontrar benefícios criativos no álcool.” Ou seja, pode não ajudar com tudo, mas sem dúvida eu vou escrever uns textos nos próximos dias após uns goles de vodka.

Passa uma dose pra cá.