FATO! Beber é sim coisa de gente inteligente. Mas como todo tema de conteúdo mais ácido precisa de algo que se comprove tal afirmação (tipo um recibo com aquele carimbo enorme de PAGO), nós da equipe ETÍLICOS, corremos atrás de pesquisas, estudos, documentos, cientistas, filósofos de bar, poetas da noite, mendigos ou qualquer outro indivíduo que pudesse (de qualquer maneira) justificar sublime teoria. E as notícias são animadoras amigos.

nerd Beber é coisa pra gente inteligente

Dois grupos de estudiosos, um do Reino Unido National Child Development Study, e outro americano National Longitudinal Study of Adolescent Health, mediram a inteligência de algumas crianças, cada grupo com idades distintas, sendo até os 16 anos nas crianças americanas e até os 40 nas crianças e adolescentes ingleses. Suas capacidades cognitivas foram analisadas e classificadas em 5 categorias, variando de “muito burro” a “muito esperto”, e o consumo de bebidas alcoólicas por parte dos indivíduos, conforme iam envelhecendo, também foi medido.

O resultado indicou que as crianças avaliadas como mais inteligentes, na medida em que iam crescendo, eram as que faziam maior uso de algum tipo de bebida alcoólica. O estudo do Reino Unido afirmou que as crianças classificadas como “muito espertas” beberam quase oito décimos a mais de álcool do que as “muito burras” (crueldade essa classificação).

Os pesquisadores ainda não sabem ao certo a relação bebida/inteligência, mas fechar os olhos para os resultados surpreendentes deste estudo é pedir pra ser enquadrado na categoria dos “muito burros”. Encher a cara todo dia não vai tornar você um Einstein. Pessoas realmente inteligentes bebem com moderação.

COMENTÁRIOS