Comemorai-vos, amigos Etílicos amantes de um suquinho da cana: a nossa querida purinha faz bem à saúde…e agora é oficial!

Antes de mais nada, vale ressaltar aqui o alerta que sempre fazemos ao noticiarmos os benefícios das bebidas alcoólicas na saúde das pessoas. Trata-se do consumo MODERADO, sem qualquer tipo de apologia ao alcoolismo ou outra patologia associada ao consumo de álcool. E em se tratando de consumo moderado, a ingestão de álcool trás uma série de benesses que variam desde a melhora dos índices de colesterol HDL (o chamado “colesterol bom”) à redução indireta do risco de infarto.

E voltando a falar de cachaça, por mais sensacional que pareça, o consumo moderado de “mé” pode causar melhora na capacidade intelectual e raciocínio do bebum indivíduo, diminuindo assim o risco de Alzheimer. Tá certo que ainda não da pra definir a quantidade ideal de cachaça a ser tomada diariamente, uma vez que existem metabolismos distintos, mas a Organização Mundial de Saúde (OMS) estipula que tal consumo gira em torno dos 30g de álcool (etanol)/dia, o que corresponderia, mais ou menos, à duas doses da caninha.

E não para por aí. A caninha envelhecida ainda trás outros benefícios, visto que os compostos fenólicos dos barris de madeira possuem propriedades antioxidantes e anticoagulantes. Aliás, essa propriedade anticoagulante dos fenóis simples e polifenóis encontrados nas cachaças envelhecidas são responsáveis por reduzir o acúmulo de plaquetas no sangue, protegendo contra doenças coronarianas, bem como o câncer.

A turma do boteco comemora...

A turma do boteco comemora…e do jeito que mais gosta!

Fonte: Bebidaliberada.

COMENTÁRIOS