Quem de nós, humildes apreciadores de uma boa bebida, nunca abusou da vodka com energético em uma balada? quem nunca se sentiu “ligadão”, ou “menos bêbado” porque bebeu alguma coisa misturada com energético? ou pior, se sentiu “tranquilão” pra dirigir depois de encher a cara de whisky e red bull? Não sejamos hipócritas, eu mesmo já fiz isso (e não me orgulho). Contudo amigos, esse é um grande erro das baladas em geral, e infelizmente a prática vem só aumentando.

energy drinks2 Álcool e energéticos: uma mistura prazerosa, porém perigosa!

O grande erro da mistura se dá justamente na sua maior “virtude”: mascarar o efeito destrutivo do álcool, potencializando-o muitas vezes, e dar aquela sensação de que você é um super-herói, pois bebeu a noite toda e não se sente bebaço. De certa forma essa informação não é completamente falsa, isso porque os energéticos em geral são abarrotados de cafeína e misturados com o álcool (potencial depressor do sistema nervoso central) reduzem a sensação de sonolência provocada pelo mesmo. Contudo, os reflexos do bebum continuam debilitados.

Outro revés que vem sendo atribuído à mistura álccol/energéticos é o potencial de desenvolvimento de doenças cardíacas. Estudos desmonstraram que tal mistura potencializou o aparecimento de arritmias em usuários assíduos das bebidas, uma vez que as duas substâncias “irritam” o músculo cardíaco (miocárdio). Outro grave problema associado é a maior chance de dependência em pessoas mais suscetíveis às drogas de abuso, inclusive o álcool, justamente pelo efeito falso de não embreaguez, o que deixa o usuário mais confortável e com maior sensação de prazer ao ingerirem essas bebidas misturadas.

Os motivos para o uso de álcool e energéticos são variados. Alguns bebem porque acham que assim terão mais disposição na balada, outros pra esticarem a noite dançando com maior disposição. Alguns porque se sentem menos bêbados (os mais perigosos) e outros porque simplesmente gostam do sabor do drink. Independente do motivo, a verdade é que dificilmente essa prática vai acabar mundo afora, é praticamente um ritual da boa noitada. Longe de nós da equipe etilicos querermos impedir o uso de bebidas alcoólicas com energéticos nas baladas, festinhas, confraternizações e afins. é nadar contra a corrente. Mas a informação está aí, e deve ser repassada. Nossa proposta sempre foi e sempre será a de beber com moderação, independente da bebida, afim de se preservar a sua saúde e a de outros que possam não ter absolutamente nada a ver com sua bebedeira. A mensagem é sempre a mesma pra quem toma da cachaça do boteco da esquina, passando pelo chopp do bar ou a vodka com energético: se beber não dirija!

COMENTÁRIOS