O que antes soava como um (interessante) boato, foi confirmado na manhã desta terça-feira: A popular cervejaria Colorado, de Ribeirão Preto -SP, agora faz parte da gigante ABInBev!

O contrato foi assinado hoje, dia 07/07/2015, e selou uma parceria digamos, “histórica”, que eleva consideravelmente o patamar de uma cervejaria considerada pioneira e reconhecidamente um dos expoentes nacionais quando o assunto é cerveja artesanal.

Segundo palavras do próprio Marcelo Carneiro – agora ex-proprietário e atual consultor da empresa – a Colorado já estava a procura de potenciais parceiros e que a proposta da ABInBev não poderia vir em momento mais apropriado: “Estávamos num patamar de crescimento no qual precisávamos de investidores. Do jeito que estava, era crescer ou crescer. Crescer pra sobreviver. Já estávamos a procura de parceiros há uns bons anos, e a ABInBev nos procurou em excelente momento. Agora é crescer!”

O que esperar dessa parceria?

Ainda de acordo com Marcelo, as receitas e os rótulos permanecerão os mesmos. O empresário tratou também de abafar os boatos de que algumas cervejas poderiam, a partir de agora, conter milho ou algum tipo de cereal não maltado: “A ideia agora é evoluir, sempre! Com aporte maior de capitais, podemos dar melhor consistência aos produtos, minimizar defeitos, melhorar um monte de processos com equipamentos novos, ou seja, ofertar um produto ainda melhor pra quem gosta de cerveja. E essa história do milho, bem… Pra quem entende de cerveja e de técnicas de produção, sabe que isso é uma bobagem sem tamanho. Nada contra as técnicas de fabricação de outras cervejas, cada uma tem seu público, mas volto a afirmar: minhas receitas continuam as mesmas.”

download

Já em relação à sua nova função dentro da Colorado, Marcelo diz que desempenhará a função de “consultor internacional”, visando abrir horizontes cada vez maiores para a marca que defendeu por duas décadas: ” Minha tarefa será a de abrir caminhos para a Colorado, conversar com parceiros de negócios, representar a marca que lutei por 20 anos pra se firmar”. Quanto à sua equipe de trabalho, ele também garante que nada vai mudar, uma vez que “Não faria sentido uma empresa gigante como a ABInBev comprar uma cervejaria artesanal só pra mudar a sua filosofia de produtos”.

Que comece o mimimi…

Era óbvio que a notícia gerou polêmica dentre os defensores ferrenhos das brejas artesanais. Afinal, Marcelo Carneiro da Rocha  é um símbolo do movimento, uma figura respeitada por todas as cervejarias e um legítimo líder. O que de fato causa estranheza por parte desse público é a futura postura de Marcelo em meio a esse fogo cruzado, visto que seu posicionamento contra as grandes cervejarias sempre foi muito contundente.

O que é inegável é o lugar de destaque que a AmBev passa a ocupar no mercado das cervejas artesanais. Ela não adquiriu uma marca qualquer visando apenas ocupar espaço no mercado artesanal, mas sim a marca pioneira, um ícone, um líder…líder esse que está sendo colocado “de lado”, representando apenas um papel de coadjuvante num filme em que o verdadeiro protagonista todos nós sabemos quem é.

Marcelo Carneiro e sua Colorado:  pioneirismo no mercado das cervejas artesanais.

Marcelo Carneiro e sua Colorado: pioneirismo no mercado das cervejas artesanais.

Fica a lição, mais que batida, de que todo mundo – por mais nobre que seja sua causa – têm seu preço. O que o INCRÍVEL e competente empreendedor Marcelo fez não chega a ser novidade no mundo dos negócios, portanto, não encare como o fim do mundo como alguns mais xiitas por aí estão vendendo a notícia.

Business são business, caro amigo. A colorado precisava sobreviver…e Marcelo assim o quis!

Fonte: Bebendo Bem e Brejas.

COMENTÁRIOS