A ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) acusa a propaganda da cerveja Nova Schin de preconceituosa. No anúncio, um transexual é o centro das atenções e tratado como “objeto de escárnio, piada e deboche, de noite era Maria e de dia era João”, palavras da própria associação.

comecial nova schin do que os gays gostam 1 ABGLT acusa preconceito em comercial de cerveja

Transexual “estrela” da propaganda da Nova Schin

Pra quem não viu o vídeo da discórdia, assista agora:

Segue a íntegra da nota emitida pela associação:

“Nossa consternação se dá pelo fato de que a população de travestis é entre as mais discriminadas no Brasil e que o comercial contribui para referendar e banalizar essa discriminação, ridicularizando a personagem travestida. Para ilustrar, em pesquisa feita na Parada LGBT de São Paulo em 2005, 77,% das pessoas travestis e transexuais afirmaram já ter sofrido agressão verbal/ameaça de agressão em virtude de sua sexualidade (www.clam.org.br).

Para entender nosso posicionamento, bastaria ridicularizar a personagem do comercial por causa da cor de sua pele ou por causa de sua raça, para perceber que o conteúdo é discriminatório.

Ao mesmo tempo em que entendemos que é preciso ter bom humor, não se deve utilizar-se da fragilidade de uma população para vender um produto. Isto não é condizente com o preceito constitucional da dignidade humana.

Tem havido muito debate no Congresso Nacional e na sociedade brasileira sobre a discriminação por homofobia. Neste sentido, a fim de elucidar porque o comercial nos ofende, oferecemos uma definição bastante abrangente do conceito de homofobia que também demonstra a forma como o comercial está contribuindo para reforçar preconceitos baseados em estereótipos negativos:

[A homofobia é] um conjunto de emoções negativas (tais como aversão, desprezo, ódio, desconfiança, desconforto ou medo), que costumam produzir ou vincular-se a preconceitos e mecanismos de discriminação e violência contra pessoas homossexuais, bissexuais e transgêneros (em especial, travestis e transexuais) e, mais genericamente, contra pessoas cuja expressão de gênero não se enquadra nos modelos hegemônicos de masculinidade e feminilidade. A homofobia, portanto, transcende a hostilidade e a violência contra LGBT e associa-se a pensamentos e estruturas hierarquizantes relativas a padrões relacionais e identitários de gênero, a um só tempo sexistas e heteronormativos (JUNQUEIRA, 2007).

Assim sendo, vimos por meio deste solicitar a imediata retirada do ar do comercial “Festa de São João”, da empresa Nova Schin.

Na expectativa de sermos atendidos, estamos à disposição.

comecial nova schin do que os gays gostam 2 ABGLT acusa preconceito em comercial de cerveja

Opinião da equipe Etílicos.com:

Nosso humilde blog trata-se de um veículo comunicativo voltado para o entretenimento sadio de nossos queridos leitores e amantes de bebidas alcoólicas, sempre de forma descontraída e nunca na intenção de ofender nosso fiel público (por mais que isso possa acontecer de vez em quando).

No caso específico da propaganda da Nova Schin, entendemos o lado da ABGLT em se sentir ofendida, visto à sua luta diária por direitos, dignidade e, principalmente, respeito por parte de uma sociedade preconceituosa e opressora (embora alguns avanços morais já possam ser notados). Contudo, também entendemos o lado da equipe de Marketing da Nova Schin em tentar fazer um anúncio atraente, que cative o público, prenda a sua atenção, e que, por experiência própria, busca o caminho mais simples e cativante para ser visto e admirado: o humor.

Temos plena convicção que o anúncio não teve a intenção de ofender ninguém, por mais que tenha parecido. Sendo assim, esperamos que essa situação se resolva da melhor maneira possível, sem maiores estresses, e que gays, héteros, negros, brancos, amarelos, verdes, terráqueos, alienígenas ou qualquer outra forma de vida existente no universo possam beber juntos, na mesma mesa de boteco, num mundo em que exista apenas um tipo de preconceito: o preconceito contra a cerveja quente que aquele garçom sacana te serviu.