Nos últimos dias, a maior parte das redes sociais foi infestada por notícias relacionadas ao suposto estupro ocorrido no BBB 12 (Big Brother Brasil 12), que acarretou na expulsão do participante Daniel por “comportamento inadequado” para com a sua parceira de confinamento Monique.

sunset wine couple A bebida e a libido sexual

Sem querer entrar no mérito do “estupro” (se esse ocorreu, de fato, ou não), o que todos sabemos é que tudo se iniciou, e de certa forma terminou, com a velha e manjada desculpa do “estávamos bêbados”. E é justamente esse ponto que nos interessa. Até quando as pessoas farão idiotices, sejam elas sexuais ou de qualquer outra estirpe, e usarão sempre o álibi do álcool? analisaremos a questão.

daniel e monique namoram apos festa 15112 1326677510656 1024x768 e1326824457671 A bebida e a libido sexual

Casal “se estuprando” no BBB 12

Julgar o comportamento sexual do ser humano é uma questão complexa. Alguns buscam simplificar esse mix hormonal com rótulos superficiais do tipo “homem pensa com a cabeça de baixo”, ou “mulher não pode gostar de sexo”. Definições no mínimo equivocadas em se tratando da visão e educação sexual predominante nos dias de hoje. Afinal, nem todo homem é obrigado a gostar de sexo, assim como toda e qualquer mulher tem o direito de praticar e desfrutar do prazer sexual.

Voltando um pouco ao assunto bebida, é do conhecimento de todos que ela (em doses moderadas) facilita a aproximação sexual, independente da orientação do bebedor. Hétero, gay, bi, trans, Pan…isso é o de menos. Alcoolizado geralmente você fica mais sociável, seu círculo de amizades acaba aumentando, o contato físico também e quando menos se espera você já tá envolvido em uma situação (geralmente constrangedora) que sóbrio, dificilmente iria acontecer. Isso já ocorreu com a  maioria de nós, bebedores, é um fato.

Fisiologicamente, os efeitos do álcool no organismo são conhecidos e por isso mesmo evitáveis. Situações como a ocorrida no BBB 12 acontecem aos montes por ai, e com consequências muito piores que uma simples expulsão de programa de tv ou um hipotético inquérito policial. Infelizmente os efeitos do álcool no caráter das pessoas oscila muito. Não dá pra saber se o sujeito ficará alegre, chato, violento, engraçado, tarado…varia muito de um metabolismo pro outro.

Mais uma vez ressaltando não estar tomando partido de nenhum dos lados na situação do programa global, prevenindo-me de qualquer tipo de julgamento injusto, a intenção desse post é enaltecer a postura daquelas pessoas que bebem de maneira responsável. Beber é ótimo, transar também. Só não dá pra fazer besteira e atribuir toda a sua parcela de responsabilidade à bebida.

Não estamos aqui dizendo que vc não deve transar se beber, só imploramos para que faça isso de maneira responsável. Use sempre camisinha e que seja sempre com o consentimento de sua(seu) parceira(o). E lembre-se: MUITO CUIDADO! pelo bem ou pelo mal, sempre haverá um Bial ou um Boninho vigiando seu comportmento quando está bêbado. Estamos de olho!